Avenida está alagada entre a Feijó e a 7 de Setembro
publicado em 06/02/2013 19:43 | Fernanda Miranda/Fernanda Andrade

A forte chuva que caiu entre as 16 e as 17 horas desta quarta-feira (06) deixou vários pontos de alagamento em Araraquara e parou a Via Expressa.
A via tem pontos críticos próximos à Rodoviária e está intransitável entre a Avenida Feijó e a rotatória da Avenida Sete de Setembro, passando por sob o Terminal Central de Integração (TCI).
Quem segue no sentido Rodoviária deve desviar pela Feijó e passar pelo Centro. Quem segue sentido Imperador, pode desviar pela Rua Antônio Prado para evitar essa parte baixa da Via Expressa.
Na altura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central, houve desbarrancamento e a passagem está comprometida em uma das pistas.  Além disso, há veículos parados no sentido Imperador/Centro, comprometendo o fluxo.
A Defesa Civil também registrou inundação na UPA Central.
Entre os outros pontos críticos, há alguns que preocupam e colocam a população em risco. É o caso do viaduto de acesso à Vila Xavier pela Avenida Santo Antônio, perto do Terminal Central de Integração (TCI). Lá, a água desce a via e ainda cai da linha do trem. A travessia não é segura, mas muitos motoristas estão se arriscando. A Defesa Civil e a Guarda Municipal já foram para o local para interditar o trânsito.
Também é preocupante a situação na Avenida Napoleão Selmi Dei, na altura da captação de águas. Além do grande volume de água da chuva, uma caçamba virou e espalhou pelo local pedras de petit pavé.
Outros pontos de alagamento com passagem comprometida são a baixada da Avenida José Padre de Anchieta, próximo à Cutrale, e a baixada na Rua Maurício Galli, na chegada ao Selmi Dei. A Via de Acesso Abdo Najm também ficou parada por volta das 16h30, mas o fluxo já voltou ao normal e a passagem na baixada próximo ao Parque São Paulo já está liberada.
Além disso, os semáforos da Maurício Galli a partir da Rotatória das Roseiras estão todos parados. É preciso ter atenção ao passar pelo local.
Alameda Paulista e Avenida Francisco Vaz Filho também têm pontos de alagamento, mas não preocupam tanto. A Avenida João Batista de Oliveira também teve problemas perto do posto BR. A água impediu a passagem dos carros por cerca de meia hora.

 

PUBLICIDADE

Envie para um amigo

Seu nome:

Seu e-mail:

E-mail do(s) destinatário(s):

Mensagem:

Código de verificação:

Envie seu comentário

Seu nome:

Seu e-mail:

Comentário:

Código de verificação: