Dois médicos pedem demissão no primeiro dia de mudanças nas UPAs

Dois médicos pedem demissão no primeiro dia de mudanças nas UPAs

Desde o início da semana, estão afixadas nas UPAs as escalas dos médicos. Cinco faltaram no primeiro dia

Escala de plantão da semana dos médicos da UPA central

Escala de plantão da semana dos médicos da UPA central

No primeiro dia de cumprimento da medida que estabeleceu a afixação das escalas de médicos nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Vila Xavier e Central, além na internet, nos sites da Prefeitura e da Câmara, dois médicos pediram demissão.
Além disso, foram registradas as faltas de cinco médicos, mas o atendimento ocorreu sem problema, com remanejamento para a reposição dos faltosos.
Em reunião durante à tarde com Álvaro Guedes, secretário municipal da Saúde, da qual participaram cerca de 20% dos médicos da Prefeitura, os presentes reclamaram da categoria não ter sido avisada com antecedência da exposição da escala nas UPAs.
Para a secretária de Saúde, os médicos que pediram demissão dos dois médicos que não concordaram com as mudanças tiveram uma postura ética.
Nesta terça-feira, Guedes participará da sessão ordinária da Câmara, às 18 horas, para falar sobre a situação da saúde pública municipal, que motivou uma representação no Ministério Público do Trabalho (MPT), apresentada por uma comissão de vereadores, contra os médicos horistas das UPAs e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Deixe seu comentário:


*