Acusado de matar professora pega 16 anos e oito meses de prisão

Acusado de matar professora pega 16 anos e oito meses de prisão

Thomas Hariguti deve ficar na P1 de Itirapina nos próximos dias

Professora Simone O acusado de matar a professora Simone Lima em uma escola estadual, em Itirapina, foi condenado a 16 anos e oito meses de prisão em regime fechado. O julgamento ocorreu nesta terça-feira (23) no Fórum de Itirapina. O júri durou mais de oito horas e contou com sete jurados. Thomas Haraguti era réu confesso.
Ele passará a noite na Penitenciária 1 de Itirapina e, depois, será transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, em São Paulo, até que a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) defina o local mais adequado para o cumprimento da pena.
RELEMBRE O CASO – Simone Lima foi morta a facadas em março de 2013 na Escola Estadual Professor Joaquim de Toledo Camargo. Na época, a polícia considerou que a motivação para o crime seria passional.
A jovem estava na sala dos professores quando o estudante invadiu o local e desferiu sete golpes de faca em Simone, que chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. Horas após o crime, o rapaz foi detido e confessou o assassinato.
Os advogados dele disseram que vão recorrer da sentença.

Deixe seu comentário: