Morre o ex-vereador Edmílson de Nola Sá

Morre o ex-vereador Edmílson de Nola Sá

Ele se tratava de um câncer na coluna desde março deste ano

O ex-vereador Edmílson de Nola Sá

O ex-vereador Edmílson de Nola Sá

O ex-vereador Edmílson de Nola Sá morreu na noite desta terça-feira (02), em Araraquara, aos 54 anos.
Chefe de gabinete e coordenador da Participação Popular do governo Edinho Silva (PT), ele lutava contra um câncer na coluna desde o mês de março deste ano.
Seu corpo será velado no saguão da Câmara Municipal, a partir da quarta-feira (03). O horário e o local do enterro ainda não foram definidos pela família.
DOENÇA - Edmílson passou por cirurgia de retirada do tumor no início do ano e, em decorrência do procedimento, perdeu o movimento das pernas.
Em meio ao tratamento quimioterápico, em maio, Edmílson apresentou problemas intestinais e precisou ser internado, teve agravamento do quadro, passou por transfusão de sangue e ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Paulo.
Os médicos conseguiram estabilizar o ex-vereador mas, ainda no mês de maio, ele perdeu a mãe, Izaura Faustino de Sá, e o quadro clínico foi ficando cada vez mais delicado. Ele morreu em decorrências de complicações do câncer.
HISTÓRIA - Edmilson de Nola Sá participou da fundação do PT em Araraquara na década de 1980. Foi militante do movimento sindical e se elegeu vereador em 2000 com 1249 votos. Como parlamentar, esteve na Câmara entre 2001 e 2004. Em 2002, disputou eleição para deputado estadual e recebeu 18.662 votos.
Depois, foi chefe de gabinete e coordenador de Participação Popular do ex-prefeito Edinho Silva e atuou na administração municipal em Nova Europa.
Atualmente, residia com a esposa em Gavião Peixoto.

Deixe seu comentário:


*