‘Vai ser uma batalha’, diz Bernardinho sobre a final

‘Vai ser uma batalha’, diz Bernardinho sobre a final

Jogo das 15h25 (de Brasília) deste domingo, a busca é por um inédito tetracampeonato

Há quem preferisse uma revanche da final olímpica contra a Rússia, mas não dá para negar que a decisão do Mundial Masculino de Vôlei em Katowice (Polônia), entre o Brasil e os donos da casa, é o jogo que todos gostariam de ver. Afinal, reúne os anfitriões, empurrados por uma torcida apaixonada, e o atual tricampeão do mundo.
“Sabemos que o ginásio vai estar uma loucura. A Polônia é um grande time, joga em casa, tem essa força, mas também tem essa grande expectativa sobre eles. Com certeza, vai ser uma batalha até o último ponto”, aposta o técnico Bernardinho.
Os dois times já se enfrentaram pela primeira rodada da terceira fase, com vitória da Polônia por 3 sets a 2, num jogo que também foi decidido pela diferença mínima do quinto set. O árbitro chegou a dar o ponto ao Brasil, mas voltou atrás depois de analisar a jogada no vídeo e ver que o ataque polonês bateu no dedo de Lucão antes de ir para fora.
Bernardinho se irritou ao fim do jogo, foi acusado pelos poloneses de mostrar o dedo para um jornalista e jogar uma toalha em um delegado da FIVB (o que ele nega) e tudo isso criou um clima ainda maior de rivalidade. Além disso, o Brasil se sentiu prejudicado pelas mudanças no regulamento, que beneficiaram a Polônia.
“Já enfrentamos a equipe deles e temos muita coisa para tirar daquele jogo, como as nossas falhas, nossas limitações e a falta de continuidade em alguns momentos. Tivemos altos e baixos naquele dia. Oscilamos muito. E, obviamente, a ausência do Murilo gerou um certo desequilíbrio na estrutura que foi montada durante a temporada”, disse Bernardinho.
Se na única derrota da campanha o Brasil não contou com Murilo, seu principal jogador, agora o oposto é nome certo para a decisão. Ele era o único presente na final de 2006, no Japão, quando o Brasil ganhou da Polônia e conquistou o bicampeonato. No jogo das 15h25 (de Brasília) deste domingo, a busca é por um inédito tetracampeonato.

 

Deixe seu comentário:


*